"Eu gostaria de abraçar o mundo inteiro em uma rede de caridade"
António Frederico Ozanam

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

CGI-PROGRAMA DE ACÇÃO 2016 / 2022

Vida Espiritual e Santidade - Reforçar a característica da SSVP de ser uma rede internacional de pessoas que buscam a santificação por meio do serviço comprometido perante os que vivem alguma situação de pobreza.
Formação - Estimular, expandir e modernizar a formação vicentina (presencial e à distância), disponibilizando, no site do Conselho Geral Internacional, aulas e cursos sobre temas diversos e em várias línguas.
Juventude - Incrementar as acções em prol das crianças, dos adolescentes e dos jovens vicentinos, apoiando projectos e iniciativas; promover o 2.º Encontro Internacional da Juventude da SSVP (Salamanca 2017).
Comunicação - Incrementar o site do CGI; publicar uma revista anual, em diferentes idiomas, como estratégia de marketing junto ao público externo (Igreja, ONGs, iniciativa privada, universidades, governos etc,).
Família Vicentina - Ampliar o relacionamento com a Família Vicentina Internacional, incrementando a colaboração e a cooperação, no sentido de fortalecer a nossa vocação e estimular iniciativas em comum. 
Regra Internacional - Incluir novos itens no capítulo "Requisitos Básicos" da Regra a respeito do funcionamento das Conferências e dos Conselhos Particulares (ou de Zona). 
Ouvidoria Geral - Criar o cargo de OUVIDOR GERAL (para português; mediador), para receber críticas, sugestões e comentários a respeito da condução dos trabalhos no Conselho Geral.
Internacionalização - Desenvolver, em parceria com os Conselhos superiores, um projecto  de expansão para que a SSVP chegue a todos os países do mundo (com metas anuais) - 60 países. Projecto "SSVP PLUS".
Secção Permanente - Fortalecer o papel da "Secção Permanente" como instância consultiva de apoio institucional e de assessoria técnica ao Presidente Geral Internacional, no processo de tomada de decisões.
Estrutura - Fortalecer o papel dos Coordenadores de Zona (dentro das Vice-Presidências Territoriais) e reestruturar as Comissões e Departamentos do CGI, reduzindo custos e ampliando a eficácia.
Idiomas - Realizar eventos e cursos que reúnam os Conselhos Superiores que falem o mesmo idioma, com o objectivo de compartilhar experiências, boas práticas e iniciativas de formação, treinamento, liderança e capacitação.
Fundadores - Adotar o Projecto "Anos Temáticos" entre 2017 e 2022 (ex: "2017 - Ano de Bailly"; "2018 - Ano de Devaux", etc) e, a realização de concursos académicos de monografias para estimular a investigação histórica sobre os fundadores.
Agregação e Instituição - Estabelecer um processo de revisão quinquenal das cartas de Agregação (Conferências) e de revisão decenal das Cartas de Instituição (Conselhos), Projecto piloto.
Cartas Circulares - Retomar a elaboração anual das "Cartas Circulares" escritas pelo Presidente Geral, seguindo a tradição vicentina, publicando-as em 31 de JANEIRO de cada ano. 
Parcerias - Envolver os conselhos Superiores no processo da tomada de decisões no âmbito do Conselho Geral, por meio de consultas prévias e projectos comuns.
Meios de Comunicação Electrónicos - Transmitir, pela Internet, ao vivo, as reuniões da direcção (em Paris) e a reunião anual de junho. Realizar video-conferências para reduzir gastos com viagem e hospedagem em París.
Planeamento estratégico - Elaborar o Planeamento Estratégico 2016-2022 em estreita sintonia com os Conselhos Superiores.
Acordos de trabalho e cooperação institucional - Firmar acordos de trabalho e convénios de cooperação institucional com as entidades "Médicos sem Fronteiras", "Cáritas" e "Cruz Vermelha", entre outras, para potencializar a actuação da SSVP nos casos de desastres naturais e tragédia.
Fundo de Apoio Instituicional - Ajudar economicamente os Conselhos Superiores de países em desenvolvimento a estabelecer uma estrutura mínima de funcionamento para melhorar a coordenação dos trabalhos em cada país. Exemplo: EUA/México.
Desenvolvimento e Ajuda Fraterna - Ampliar os projectos sociais de combate à pobreza em todo o mundo, fortalecendo o papel da CIAD e ampliando as parcerias com entidades da Igreja Católica.

   
  



Sem comentários:

Enviar um comentário