"Eu gostaria de abraçar o mundo inteiro em uma rede de caridade"
António Frederico Ozanam

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

«CONFERÊNCIAS» Célula base da vida de S.S.V.P.

A S.S.V.P. CARACTERIZA-SE PELA SUA ESTRUTURA PRÓPRIA *

CONFERÊNCIAS - Unidade de base da sua acção directa, como escola, formação, santificação e centro programador da acção perante os casos de pobreza detectados e analisados.

- Grupos de pessoas animadas por um espírito de fraternidade e simplicidade cristã que, fazendo parte de um movimento católico internacional, terão sempre presente a Regra da S.S.V.P.

- O objectivo das suas reuniões será a santificação dos seus membros, sendo a assistência material o seu fim secundário, tendo sempre presente o espírito de justiça e caridade cristãs.

Como funcionam?

Num espírito de verdadeira fraternidade, tendo como finalidade o aprofundamento do amor ao próximo, seguindo em tudo a Regra da S.S.V.P. para que haja uma verdadeira unidade entre todas as conferências, em qualquer lugar do mundo em que se encontrem.

Ordem das Reuniões

- Oração da Regra
- Leitura Espiritual; comentário
- Leitura da acta da reunião anterior e feitura da acta do dia
- Partilha das experiências semanais das visitas domiciliárias, da acção evangelizadora, junto das famílias visitadas
- Coleta (secreta)
- Informações
- Oração final.

DEVERES

VISITA DOMICILIÁRIA - É o serviço e directo, por ser a mais rica e mais completa forma de relação pessoal e, é considerado o processo tradicional da actuação vicentina. Permite acompanhar junto dos assistidos a evolução da pobreza na humanidade.

- Devem os Vicentinos (membros da Conferência) em tudo estar ligados aos seus Conselhos de Zonas e Centrais, para que a S.S.V.P., seja una, só assim se compreende a inter-ajuda e a inter-partilha de experiências;

- Deve existir um verdadeiro espírito de amor, tendo sempre presente que a caridade começa para com aquele que está ao nosso lado;

- Devem relatar (através de relatórios, quadros estatísticos, etc) para os Conselhos de Zona e Centrais todas as experiências relevantes;

- Devem participar em todos as reuniões e assembleias propostas pelos Conselhos de que dependem.



CONSELHOS

- Coordenam, orientam, dinamizam, estruturam, informam e formam a S.S.V.P., a cada nível.


OBRAS ESPECIAIS

- Fundadas, geridas e mantidas pela S.S.V.P., que têm vida própria, tal como infantários, creches, lares e centro de dia, roupeiros, cantinas, casa de trabalho, etc., etc.



* - O suporte jurídico da S.S.V.P., em Portugal é assegurado pelas Associações das Obras Assistenciais e das Obras Sociais.





Sem comentários:

Enviar um comentário