"Eu gostaria de abraçar o mundo inteiro em uma rede de caridade"
António Frederico Ozanam

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Virtudes da Espiritualidade Vicentina

3.ª Virtude
Mansidão

Etimologicamente, mansidão vem de "mansuetude" e manso de "mansus", forma do latim vulgar de "mansuetus". Tem um significado de comportamento aconchegante, familiar, doméstico. conceptualmente, a mansidão se entende como a força, a virtude, que permite a pessoa moderar razoavelmente sua ira e indignação. A razoável, transposição licita da sobrecarga psicológica a um ato de zelo pela glória de Deus, pela justiça ou pelo bem do próximo. 

A mansidão não é agressiva, raivosa, barulhenta. Certamente é uma virtude chave na comunidade. É a virtude que ajuda a construir a confiança de uns nos outros, porque, quando somos amáveis, os que são tímidos se abrirão em relação a nós. Por estas razões podemos dizer que a mansidão é a virtude por demais vocacional, como constatou o próprio São Vicente: "Se não se pode ganhar uma pessoa pela amabilidade e pela paciência, será difícil consegui-lo de outra maneira" (svp,226)
.
A mansidão inspira um trato suave, agradável, educado e fundamenta a tolerância, valor este muito importante para a convivência em uma sociedade plural em que o respeito à pessoa e à sua liberdade deve ser uma lei indiscutível.
_________________________________________________________
Comentário:
Falar baixo sem se irritar, transpor na nossa face um ar de que "Ele o Pobre" sinta que pode contar connosco para falar, e nós sabermos ouvir. Em resultado desta predisposição de sabermos colocar na conversa os nossos bons comportamentos, ganharemos a pessoa que terá muitas coisas para dizer. Se serve para alguma coisa pela minha passagem pela Guiné-Bissau nos anos 70, havia na minha companhia um jovem enfermeiro pelo seu bom trato com os doentes que entravam na enfermaria, foi apelidado por quem lidava mais directamente, de o enfermeiro das meiguices. Ele tinha razão. hoje confesso que com a sua bom trato, pelo seu zelo, com o seu respeito com os doente e muitos eram mulheres que chegavam com "sarna", verifiquei que sentiam-se bem em queixar-se das sua maleitas. Bom exemplo que para mim como vicentino, me serve entre aspas a carapuça. O caminho é o que aponta (svp) ou se ganha a confiança na amabilidade ou então não será com dinheiro que se consiga chegar aos corações dos nossos senhores; os pobres, (svp).

  

Sem comentários:

Enviar um comentário