"Eu gostaria de abraçar o mundo inteiro em uma rede de caridade"
António Frederico Ozanam

sábado, 8 de abril de 2017

NO CAMINHO PARA OS POBRES

Vídeo de P. Tomaz Mavic 
Superior Geral - CM
Chapéu de Vicente. Usado, desgastado. Pode-se ver buracos por todas as partes. Podemos imaginar Vicente de Paulo andando pelas ruas de Paris e de outras cidades, utilizando-se este chapéu para proteger-se do frio e da neve. Mas, novamente, o chapéu era uma ferramenta. Uma ferramenta para servir. Esta relíquia também nos fala e nos convida a reflectir sobre Vicente de Paulo e sobre o seu itinerário. Nos leva a reflectir o porquê que o levou a apaixonar-se por Jesus Cristo. Sabemos que ele sempre caminhou incansavelmente até à exaustão física, até quando já não podia andar. É o período último de sua vida onde permanecia em seu quarto. Hoje, porém, somos convidados a sair, sempre com Jesus.


video
                                     


                            


Sem comentários:

Enviar um comentário